Memórias do Futuro: uma tecnologia para projetar por cenários.

Projeto de Tese de Doutorado em desenvolvimento no Programa de Pós-Graduação em Design e Tecnologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Orientador: Prof. Dr. Airton Cattani

Ao longo do tempo, o modo de pensar por projetos vem sendo estudado como uma forma de resolução de problemas. Na perspectiva em que o designer age como um solucionador de problemas, a pesquisa em design concentrou a discussão nos próprios problemas de projeto. Entretanto, a visão de um único sujeito solucionador de problemas parece não estar sintonizada com as profundas transformações vividas pela sociedade contemporânea. Recentemente proposto na pesquisa em design, um outro ponto de vista transfere o foco para um lado positivo do projeto deslocando o processo em direção ao futuro: trata-se de uma abordagem orientada para as possibilidades.

Isso significa que, além de resolver problemas aprimorando os significados existentes, as redes de projeto poderiam exercitar estratégias colaborativas na construção de contextos futuros visando promover a antecipação da inovação com novos significados. Nesse contexto, o ato de pensar por meio de cenários pode ser relevante se for considerado como uma prática dinâmica, social e iterativa que abrange todo o processo de projeto. Portanto, o objetivo desta pesquisa é a proposição e a aplicação de uma tecnologia para projetar por cenários visando uma abordagem positiva do design ao explorar possibilidades de inovação através de práticas participativas.

Julgou-se relevante o desenvolvimento de uma ampla revisão da literatura tecendo relações entre design, cenários e inovação, pois a proposição da tecnologia fundamenta-se nas próprias lacunas e nos conflitos teóricos identificados pela pesquisadora. Em relação às estratégias de pesquisa, pretende-se realizar uma pesquisa-ação de modo a vivenciar essa abordagem projetual participativa dentro de um determinado contexto de estudo: o Santa Maria Tecnoparque. Trata-se de um polo de inovação na região central do estado que contempla  empresas residentes ou associadas nas áreas de tecnologia, economia criativa e inovação.

Portanto, esta pesquisa busca alternativas para as inquietações sobre os possíveis relacionamentos entre um modo de fazer design orientado para às possibilidades, a antecipação das inovações dirigidas pelo design e o pensamento por cenários. Entende-se que tais resultados possam contribuir para a sistematização do conhecimento sobre os cenários nos limites do design e no aprofundamento das pesquisas em design voltadas para a prática.

 

Palavras-chave:Projetar por Cenários; Inovação dirigida pelo design; Design dirigido pelas possibilidades; Processos de Projeto.

publicações relacionadas

Anúncios